A BNCC e as práticas pedagógicas:
o que esperar da escola e de seus protagonistas?

  • Curso Hibrido
  • Turma: 12/09 a 10/10/2020
  • Sábados: das 9h às 13h
  • Carga horária: 30h
  • Duração aproximada: 5 semanas
  • Investimento: R$ 350,00 (2x sem juros)
  • Inscrições de 20/08 a 08/09/2020

Objetivo

Proporcionar a docentes e gestores das escolas públicas e particulares uma reflexão crítica da Base Nacional Curricular Comum (BNC C), acerca dos caminhos e possibilidades na prática pedagógica, além da compreensão e a dimensão de suas intenções curriculares, as quais impactam diretamente na formação dos estudantes e, consequentemente na formação da sociedade brasileira.

Descrição

A partir de discussões, leituras e acesso a diferentes textos, serão analisadas as práticas e saberes escolares alinhados à BNCC, considerando a cultura local e suas necessidades, como base de uma educação crítica e contextualizada, refletindo sobre os seguintes aspectos:

Em que medida as habilidades e competências que constam nas orientações da BNCC se alinham às pretensões das diferentes unidades escolares e seus respectivos Projetos Político-Pedagógicos (PPPs)?

Como o currículo praticado e defendido em tal documento impacta na formação dos estudantes, suas representações e nas possibilidades de intervenções sociais?

Público

Gestores de escolas, tanto públicas quanto particulares, se estendendo aos docentes que atuam no ciclo básico de ensino.

  • Prof. Arthur Müller

    Doutorando em Formação, Currículo e Práticas Docentes, e mestre em Didática, Práticas de Ensino e Teorias Escolares, pela Faculdade de Educação da USP (FEUSP). Pesquisador sobre registros e avaliação na Educação Física, em sua vertente cultural, compõe o grupo de estudos de Educação Física escolar da FEUSP (GPEF/FEUSP). Experiência na rede pública e privada de ensino como professor e coordenador. É formador de professores nas áreas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática e Linguagens na Faculdade SESI-SP de Educação.

  • Hugo Cesar Bueno Nunes

    Coordenador
    Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo – USP, mestre em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu (USJT), MBA em Gestão Empresarial, pela UNICSUL. Especialização em Lutas e Artes Marciais, UGF, Especialização em Gestão Escolar, UNIG. Licenciado em Educação Física pelo Centro Universitário UNIFIEO e está cursando Filosofia pela UNISUL/SC. Membro do Grupo de Pesquisa em Educação Física Escolar – GPEF/FEUSP. Tem experiência com os seguintes temas: currículo, filosofias da diferença, políticas educacionais, organização do trabalho pedagógico e metodologia de ensino e formação de professores. Coordenador de Pesquisa e Extensão e da Residência Educacional da Faculdade SESI-SP de Educação.

As aulas acontecem a distância, por webconferência via Teams.

São 20 horas de encontros síncronos (5 sábados) e 10 horas de atividades assíncronas para serem realizadas pelos participantes.

Participação de, pelo menos, 75% nos encontros síncronos e 75% de aproveitamento nas atividades avaliativas, dispostas nos chats, fóruns de discussões e nos trabalhos solicitados.