22|06|2022

Faculdade Sesi de Educação forma sua segunda turma de professores para atuar na Educação Básica

Evento representa um marco importante para o projeto inovador da instituição, que assume cada vez mais o protagonismo na formação docente por área de conhecimento no país. 
Na última sexta-feira, 17/06, no teatro do Centro Cultural Fiesp, foi realizada a cerimônia formatura dos egressos 2021, da Faculdade SESI de Educação. Os formandos são dos cursos de licenciatura por área do conhecimento em: Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Linguagens. O evento contou com a presença de gestores da instituição, professores e familiares dos egressos.
Dos 53 concluintes de 2021, 50 já estão atuando como professores da Educação Básica na rede Sesi-SP, conforme destaca o diretor da Faculdade Sesi, Eduardo Augusto Carreiro, “Essa segunda turma já está empregada na rede Sesi-SP desenvolvendo seus trabalhos. É uma realização que está se concretizando”, salienta o diretor. Para ele, é mais um passo essencial no projeto inovador da Faculdade, que segue em expansão e se consolida cada vez mais como protagonista na formação docente por área de conhecimento e se destaca cada vez mais como referência na formação de professores no Brasil.

Formandos no palco do teatro do Centro Cultural Fiesp durante a execução do hino nacional brasileiro. (Foto: Karim Priscila Montagnani).

A coordenadora dos cursos de Matemática e Ciências da Natureza, Fernanda Simon, enfatiza a importância do papel da Faculdade Sesi na formação de novos professores, compromisso social da instituição com a educação do país. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é possível que até 2025 tenha-se um apagão de professores no Brasil.
“Hoje, mesmo os professores formados em alguns cursos de licenciatura não são o suficiente para repor os que se aposentam ou que trocam de carreira eventualmente. Toda ação voltada para a formação docente no Brasil é extremamente importante, porque sem professores, não formaremos as próximas gerações”.
Além disso, os dados do instituto de 2019 apontam que, mesmo os docentes que atuam na Educação Básica carecem de formação adequada, sendo que, apenas 56,8% das turmas do Ensino Fundamental (Anos Finais) contam com professores com formação compatível com as disciplinas que lecionam e, no Ensino Médio, o indicativo é de apenas 63,3%.

O diretor Eduardo Augusto Carreiro fez a entrega dos certificados aos formandos. (Foto: Karim Priscila Montagnani).

A Residência Educacional é um atrativo da licenciatura para os jovens
Um dos diferenciais dos cursos de graduação da Faculdade Sesi é a Residência Educacional que, desde o primeiro ano do curso, proporciona ao professor em formação vivências práticas no cotidiano da sala de aula, seja nas próprias escolas da rede Sesi-SP ou da rede pública.
Formada pelo curso de Ciências da Natureza e atualmente professora de robótica no Sesi da Vila Leopoldina, Giovana da Silva Lucena Novais cita que as experiências vivenciadas por ela durante a Residência a ajudam em sala de aula ao abordar conteúdos de maneira interdisciplinar, com aproximação à realidade dos estudantes. “É muito gratificante observar os alunos fazendo essas ligações e percebendo que tudo está conectado”, explica Giovana.
Para o egresso do curso de Ciências Humanas e atualmente professor de geografia da Escola Sesi de Alumínio, Raul Silva Rosa, a Residência também foi um diferencial durante a sua formação. “Foi o ponto central que juntou a teoria com a prática. Todas a vivências, desde as trocas com o orientador, as rodas de conversas, até as saídas para as atividades externas, proporcionaram a base que preciso para hoje aplicar em minhas aulas”, destaca Raul.

O orador da turma, Gustavo Oliveira, agradeceu aos professores e familiares pelo apoio e incentivo durante os 4 anos de estudos. (Foto: Karim Priscila Montagnani).

O professor dos cursos de Linguagens e Ciências Humanas, Anderson de Souza Zanetti conta que ao longo da sua carreira, de quase 20 anos como professor universitário, essas foram as primeiras turmas que ele acompanhou do início ao fim do curso. Ele relembra de uma atividade aplicada que o marcou muito com os estudantes. “Trabalhei, sobretudo, com memórias, a partir do livro Rua de Mão Única, de Walter Benjamin. Para estimular o processo criativo de escrita deles, eu pedi que trouxessem um objeto que representasse a infância deles. A partir desse objeto eles criaram uma história fictícia inspirada na história que eles tinham com esse objeto. Dali surgiram textos poéticos e emotivos. Foi um dos momentos mais marcantes e bonitos que eu tive com os alunos”.
A professora do Curso de Ciências Humanas, Ana Paula Gomes Seferian,, também esteve com a turma desde 2018 e ressalta que é gratificante poder ver os alunos se formando e já em atuação como colegas em sala de aula. “É muito emocionante, porque durante as aulas e a Residência essa turma se mostrou muito comprometida e amadureceu demais, tanto acadêmica quanto profissionalmente, conclui a professora.

Emoção e comemoração marcou a celebração da cerimônia. (Foto: Karim Priscila Montagnani).

Em foco

09|06|2022

Sesi-SP lança novo curso de Gestão de Projetos Culturais, agora para todo país

As inscrições vão até 18 de julho, com a possiblidade de escolha em duas modalidades, completamente online ou com a […]

Leia mais
03|06|2022

Faculdade Sesi de Educação abre novas turmas de pós-graduação

Estão abertas as inscrições para o segundo semestre de 2022 para a formação de professores e gestores escolares, completamente online […]

Leia mais